Como lidar com as mudanças do mundo do trabalho em prol da sua carreira? - Espaço da Carreira
Inscreva-se para receber conteúdos antecipadamente toda segunda-feiraFazer inscrição

Como lidar com as mudanças do mundo do trabalho em prol da sua carreira?

predios altos com o pôr do sol

Fico muito feliz em poder conversar com você hoje sobre as mudanças do mundo do trabalho. São mudanças sociais, históricas, culturais, econômicas, políticas. Não podemos pensar na carreira sem pensar nesses aspectos, pois eles influenciam diretamente as suas possibilidades (ou impossibilidades) de escolhas, sejam elas pessoais e/ou profissionais.

O que mais você deve ter ouvido falar ultimamente é sobre a Revolução 4.0, 5.0 etc. Para além dos nomes dados às revoluções, o essencial neste momento, é compreender que estamos num turbilhão de modificações no mundo como um todo e que a tecnologia permeia tudo isso. Mas você sabe o que é tecnologia? Segundo o dicionário dos Significados (2014), a palavra tecnologia vem do grego “tekhne” que significa “técnica, arte, ofício”, juntamente com o sufixo “logia”, “estudo”. Simboliza um conjunto de instrumentos, métodos e técnicas. Uma aplicação prática do conhecimento científico em diversas áreas.

Isso significa que os meios de produção mudaram e que o mundo e, mais especificamente, o nosso país, precisa se adaptar a esse contexto, com o mínimo de danos sociais possível. Já estamos com a Inteligência Artificial (IA), a Internet das Coisas (IoT), Nanotecnologia, Biotecnologia, dentre outras tecnologias de ponta. Elas têm um papel fundamental no processo de inovação. Contudo, o grande impacto social atrelado a isso precisa ser pensado e ações precisam ser tomadas. Como ficará a grande massa populacional do nosso país que não tem acesso a essas tecnologias? Como deverá ser a educação nesse contexto? Como está a sua vida e profissão hoje lidando com essas inovações? Como você está hoje como profissional nesse processo de atualização e qualificação? Quais possibilidades você tem neste momento de investir na sua profissão, inovando em suas ações? Inovar não necessariamente é fazer algo que ninguém fez, mas, num dado contexto, modificar a técnica, o método, a forma.

As profissões estão mudando. Muitas, como já sabemos, deixarão de existir, outras ainda nem foram criadas, outras estão sendo reformuladas do zero. Embora ainda não tenhamos dados exatos, estima-se que cerca de 7 milhões de pessoas serão substituídas por máquinas nos próximos 5 anos e que 30% das vagas serão tomadas por robôs (EXAME, 2020). Não trago esses dados para te assustar. Trago para que você possa pensar no seu projeto de vida e na sua carreira, olhando primeiramente para dentro de você, seus desejos, seus pontos de melhoria para esse novo momento, seus pontos fortes, suas possibilidades. Os humanos não deverão ser inimigos dos robôs, mas sim parceiros. Como fazer isso?

É verdade que a maior parte da população brasileira não tem ainda as competências necessárias para essa mudança e isso é preocupante. Políticas públicas educacionais ainda são escassas para isso. O que você pode fazer hoje? A reportagem da Exame do dia 20 de janeiro de 2020 trouxe funções inusitadas que poderão existir nos próximos anos: Gerente de Vida Profissional, Designer de Bebês (oi?), Cirurgião de Memória, Especialista em Negociação de Sequestro de Dados, Gerente de Privacidade (oi?), Auditor de Estilo de Vida, Gerente de Herança, Especialista em Networking Social, Designer de Personalidade Automática, Revivedor de Animais Extintos, Purificador de Água e Geoengenheiro. Vale a pena conferir (EXAME, 2020).

Com todas essas mudanças, é natural que a dúvida aumente, não apenas para aqueles que estão iniciando a sua vida profissional com a dúvida “que profissão escolher?” Mas também para os universitários que estão na metade do curso ou finalizando, para os profissionais que já têm uma certa experiência profissional e para aqueles que estão se aposentando e pretendem estruturar um novo projeto de vida e carreira. Todas as fases são impactadas. Trouxe os exemplos de novas profissões, não para que você as siga, mas para que você consiga, mesmo dentro do sistema que vivemos, pensar, refletir, atuar e não apenas repetir a lógica que existe. Essa é uma das competências desse novo tempo e mais ainda do que virá. O que você quer ser e o que pode fazer para isso? Como está a sua adaptabilidade? O quanto você está disposto e tem consciência dos seus ganhos e perdas em prol do seu sonho de vida e profissional? Esse sonho é seu mesmo?

O importante é que você consiga primeiro pensar sobre o que você realmente deseja para a sua vida (aqui tome muito cuidado, pois é importante que você consiga diferenciar as cobranças sociais dos seus desejos reais, elas influenciam como sabemos, mas a vida é sua, lembre-se disso e analise os ônus e bônus que você está disposto e consegue enfrentar ou obter), o que você faz hoje, na sua profissão, como ela será impactada nessa revolução, o que você pode fazer hoje para transformar a sua carreira. Pesquise, converse com outras pessoas, vá a eventos. Não pode ir, por questões financeiras? Ative o seu LinkedIn, faça conexões, converse com as pessoas.

Não é receita de bolo, viu? Mas a forma mais fácil de lidar com tudo isso é investir (tempo, principalmente) no seu autoconhecimento. Qual o sentido de tudo isso que você está vivendo neste momento? Da sua vida, da sua profissão, da sua carreira, das suas relações? Pensar sobre isso pode angustiar, então tome cuidado com o seu emocional também, que a angustia possa te mover, se ela não estiver fazendo isso, procure um profissional da Psicologia, procure formas de se reconectar consigo mesmo, de fazer você sair do automático, atividade física, entrar em contato com a natureza, estar verdadeiramente com as pessoas em relações saudáveis, dentre outros, aquilo que for saudável e responder para você, dentro das suas possibilidades. Gosto da frase do Viktor Frankl quando ele afirma que encontrou o significado da sua vida ajudando outras pessoas a encontrarem o sentido das suas. Assim, o que faz sentido para você?

No próximo artigo, trabalharemos outros assuntos voltados para o projeto de vida! Esse foi um artigo mais introdutório sobre o mundo do trabalho, as perspectivas e já com questionamentos que, para quem já fez orientação de carreira comigo, sabe que costumo fazer. Veja o resumo abaixo do conteúdo de hoje e faça a atividade deixada, pois ela pode te ajudar a pensar no seu contexto.


Recapitulando

Nesse artigo, você aprendeu/revisou/reviu sobre:

  • Mudanças no mundo do trabalho;
  • Os conceitos de tecnologia e a sua influência no mercado de trabalho e na sociedade como um todo;
  • Novos perfis profissionais;
  • Pensar sobre a carreira partindo da sua vida, do seu autoconhecimento.
  • Orientações mais amplas de como lidar com essas mudanças.

Reflexões

  • Como você está se sentindo hoje em relação à sua carreira, às suas escolhas profissionais?
  • Como a sua profissão, carreira (a que você já atua ou a que você pensa em atuar) está se comportando em relação às mudanças tecnológicas?
  • Como você se vê nesse novo contexto?

Links


Imagem de perfil de Joseli Quaresma

Autora

Joseli Quaresma

Fundadora do Espaço da Carreira e Orientadora Profissional e de Carreira.