Vida, Carreira e o Covid-19. Como passar por isso? - Espaço da Carreira
Inscreva-se para receber conteúdos antecipadamente toda segunda-feiraFazer inscrição

Vida, Carreira e o Covid-19. Como passar por isso?

pessoa segurando um copo com café

Olá! Hoje, uma edição especial de artigo para tentar auxiliá-los neste momento tão complexo pelo qual o mundo todo passa e, agora, o nosso país: a pandemia do Coronavírus. Tudo fica afetado: a vida pessoal, social, profissional, emocional, os planos para o futuro, diante das incertezas da vida, que embora façam parte, em momentos como estes é como se eles nos lembrassem de que somos humanos, vivemos em comunidade, num coletivo e que precisamos estar juntos pensando em si e no outro.

Temos assistido nos noticiários e em diversas redes sociais as notícias sobre a prevenção do vírus, os impactos na economia global e do país, mas pouco tem sido falado sobre os impactos emocionais e psicológicos também desse processo, não é verdade? Sim! O emocional até fica um pouco mais fácil de perceber, quando vemos o medo acirrado de um futuro mais incerto do que já é naturalmente, quando vemos as pessoas correndo aos supermercados e estocando alimentos, mesmo que na TV fale que, por enquanto, não haverá desabastecimento, baseadas, muitas vezes na infodemia, termo cunhado pela Organização Mundial da Saúde para o grande fluxo de informações que circulam sobre algo, que causam ansiedade. Imagina quando essas informações são fakes (são falsas) e no medo, na ansiedade, na angústia, são compartilhadas. Sem falar também das pessoas mais idosas que não têm respeitado as recomendações acreditando “apenas” na fé de que tudo dará certo, o que preocupa filhos, netos, amigos, quando eles não fazem a sua parte.

Mas e o estado psicológico das pessoas, durante e após o isolamento social? Sobre isso, Brooks e Cols (2020 apud DUARTE, 2020), afirmam que os efeitos psicológicos negativos pós essa “quarentena” podem ser: sintomas de estresse pós-traumático, sintomas depressivos, tristeza, abusos de substâncias, estado confusional e irritabilidade. Já para os profissionais da saúde que estão diretamente envolvidos nesse processo, há uma maior probabilidade de exaustão, distanciamento social, ansiedade frente a pacientes febris, irritabilidade, insônia, dificuldade de concentração, indecisão, prejuízo na performance laboral, relutância ao trabalho ou resignação. O artigo de Duarte (2020, p. 02) continua:

Os fatores estressores observados incluem: o próprio estado de quarentena, o qual implica em modificação da rotina e limitação da mobilidade, duração prolongada da quarentena, medo de infecções, frustração, tédio, suprimentos inadequados, informação limitada, perdas financeiras e estigmas. Alguns autores sugerem que os impactos psicológicos gerados pela quarentena pode durar até 3 anos após, e que o histórico de transtorno mental consiste em fator de risco para a maior durabilidade dos impactos psicológicos negativos.

Estou trazendo esses dados para conscientizá-los desses impactos que, infelizmente, para uma grande parte da população não é conhecido, embora seja sentido. Como fazer para tentar minimizar esses efeitos? Fiquei esses dias vendo os jornais, as notícias, pensando no meu trabalho de carreiras e agora nos atendimentos clínicos e relembrando das minhas aulas de psicologia também, principalmente as da humanista. Estar dentro de casa num período de isolamento pode também auxiliar na reconfiguração dos sistemas familiares. Podem ter efeitos positivos e negativos, é claro. Mas há uma possibilidade de sermos mais humanos, mais próximos de quem amamos e cuidamos e de pensarmos de modo coletivo, porque você se cuidar, implica em cuidar do outro. Tentar enxergar possibilidades positivas nesse momento, auxilia muito a enfrentá-lo, uma vez que já sabemos as negativas. Toda crise traz oportunidades, isso eu acredito muito, por ter conseguido, dentro das minhas possibilidades, enxergar oportunidades e coisas boas em momentos de crises e sofrimentos, enxergar sentido para tudo isso. Então, pensa comigo: o que pode estar acontecendo de bom no seu contexto com tudo isso? Tenho certeza de que alguma coisa você conseguirá encontrar. Mais uma vez afirmo que o que eu trouxer aqui como possibilidades não deve ser enxergado como regra, apenas possibilidades e que o objetivo é que ela te auxilie a enxergar as suas dentro do seu contexto.

E a carreira? Analisando esses dias os dados sobre o mercado de trabalho, as empresas, principalmente as médias e pequenas empresas que são as maiores empregadoras do país, muitos impactos para os empregadores e empregados já começam a ocorrer e alguns setores empresariais mais do que outros. Os impactos sobre as empresas de aviação, todo o segmento de turismo, a partir desta semana comércio e serviços, já têm sido noticiados. O trabalho home office e as aulas EAD para quem nunca trabalhou ou estudou assim são ações necessárias e ao mesmo tempo impactantes e abruptas para algumas pessoas. O que falei sobre os efeitos psicológicos da pandemia, também podem ser aqui considerados, associados a alguns efeitos benéficos também, para quando, por exemplo, a pessoa só trabalha em uma dado lugar por necessidade e sem nenhum sentido e ainda passando por problemas relacionados a um ambiente não seguro de trabalho, no sentido emocional (ambientes onde ocorrem assédios ou onde os seus valores e os da empresas conflitam constantemente).

Assim, o medo de perder o emprego, de ter o seu salário reduzido, das férias antecipadas e da incerteza quanto ao que ocorrerá, traz sim muita angústia, ansiedade, estresse. Quem sabe agora não é uma oportunidade de repensar a carreira? Quais são as possibilidades que se apresentam na crise? Uma delas vou deixar o link compartilhado de instituições que estão oferecendo cursos online gratuitos por períodos limitados para ajudar a passar por este momento incrementando o seu currículo. As vagas continuam chegando, as empresas que estão precisando contratar, estão adaptando seus processos seletivos para que sejam virtuais. É verdade que muitos processos estarão paralisados, alguns ainda do início do ano, nem foram iniciados também. Então, aproveite agora para pensar em quais empresas deseja trabalhar, fazer cursos, reestruturar seu currículo – na próxima semana disponibilizarei um curso gratuito sobre a estruturação competitiva do currículo pelo Espaço da Carreira – pensar em empreender.

Sabe aquele plano de negócios que você pensou em fazer há anos e nunca teve tempo ou coragem? Será que agora, em casa, você não consegue pensar sobre isso, fazendo uma análise realista do cenário e das suas perspectivas? Não quer fazer curso? Aproveite para ler os livros que comprou e não teve tempo de ler, para ficar com a sua família, compartilhar com seus filhos como é o seu trabalho, se você está trabalhando home office, mostrando o quão positivo e importante é o trabalho. Se você que está lendo não tem nada disso que eu estou falando aqui, pense na sua realidade e o que você pode fazer hoje para ajudar para que os próximos dias sejam melhores para todos? Uma simples ação sua pode fazer toda a diferença na vida de muita gente.

Essas são algumas possibilidades de carreira. Sobre os empregadores, vou deixar o link de um vídeo de um advogado trabalhista que fala sobre as leis existentes no país para este novo momento, o que os empregadores podem fazer no sentido legal para garantir a sustentabilidade de seus negócios, com o mínimo de impactos negativos a todos. Isso pode te ajudar a entender a postura da sua empresa neste momento. Você sabia, por exemplo, que a Lei 13.979, de 07 de fevereiro de 2020, foi criada para falar sobre as medidas de emergência a serem tomadas em função do surto do Coronavírus? Ela estabelece que podem ser adotadas, dentre outras, medidas de isolamento, quarentena e restrição excepcional e temporária de entrada e saída do Brasil, sendo considerada falta justificada à atividade laboral o período de ausência do trabalhador que decorra das medidas previstas na Lei (RODRIGUES, 2020). Vale a pena então assistir a este vídeo que explica de forma bem didática essas questões relacionadas ao trabalho: https://youtu.be/iQi6iPcQjCk.

Assim, permanecer no isolamento, enxergar as oportunidades de vida e de carreira que se fazem presentes, acreditar que tudo melhorará em breve, considerando o ciclo natural da vida, uma vez que nenhuma tempestade é eterna, manter a calma e buscar informações de fontes seguras, pode fazer toda a diferença neste momento. Estamos juntos e aproveitem para semana que vem assistirem ao curso online gratuito que vou ministrar e disponibilizar para vocês sobre a estruturação de currículo. Pode também te ajudar em futuras possibilidades quando tudo isso acabar!


Recapitulando

Nesse artigo, você aprendeu/revisou/reviu sobre:

  • Impactos emocionais e psicológicos do Coronavírus na vida e na carreira;
  • Possibilidades diante de situação de crises;
  • Links de cursos gratuitos, atividades diversas para passar pela quarentena;
  • Encontro de sentido neste momento de pandemia.

Reflexões

  • Como você está lidando emocionalmente coma quarentena?
  • O que você enxerga de possibilidades humanas, de carreira, diante deste cenário de pandemia?
  • O que você acredita que pode fazer hoje para auxiliar a sua família, amigos, conhecidos, desconhecidos e o país um todo a passar por isso?
  • O que você pode fazer hoje pela sua carreira enquanto tudo isso acontece?

Links


Imagem de perfil de Joseli Quaresma

Autora

Joseli Quaresma

Fundadora do Espaço da Carreira e Orientadora Profissional e de Carreira.